Meu nome:

Minha foto
Um dia, resolvi fazer a brincadeira de ir revendo a vida desde que nasci, e fui contando assim, livremente, no ouvido de quem mais amo, a trajetória toda. Eles amavam em silêncio, a minha vida em capítulos. Com meus filhos, tenho a mais bela história de amor da minha vida. É uma mágica em que vamos tecendo um laço cada vez mais apertado. Eles dão sentido a minha vida. Eu dou sentido a vida deles. E então: somos felizes assim, um sendo a alma da vida do outro. Existem as diferenças, mas elas furam todas as ondas. Não interessa o que difere, interessa o que nos une e, juntos, vamos inteiros vida afora.

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA
*Se alguma foto ou matéria publicada aqui no blog estiver em desacordo com os direitos de propriedade, por favor me envie um e-mail que farei a devida correção ou a retirarei do blog, fica a seu critério.*

ara onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)

"Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Alegria e Fantasia..." (Lenine)

“As Pessoas Mais Felizes:

São Aquelas Que Não Têm

Nenhuma Razão Específica

Para Serem Felizes...

Exceto Pelo Fato Que Elas São.”


Para onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)









domingo, 12 de agosto de 2012

Meu Pai

Hoje posso ver em mim, muitas coisas do meu pai. Logo cedo percebi que se seguisse seu jeito de levar a vida, seria uma pessoa do bem. A responsabilidade com o trabalho é uma marca registrada que ele deixou em mim. Nunca consegui, por exemplo, deixar de ir trabalhar por estar indisposta, com cólica, dor de cabeça. Sou como ele, apaixonada pela vida. Meu pai ajudou inúmeras pessoas, parentes ou não. Fez muitos amigos e foi muito querido por onde passou. Adorava contar causos e era encantador de pessoas. Ele tinha defeitos também, um deles o gênio "mansinho" que herdei. E talvez seja esse o seu maior ensinamento: brigar, ser exigente e bravo, sim, mas nunca passar da medida. Ter sempre um certo equilíbrio, uma doçura...mesmo no destempero. Hoje não sei dizer como eu seria, se não fosse ele. Quem eu seria...(saudade Pai)***

domingo, 5 de agosto de 2012

Liberdade

Demorei para aprender, mas hoje compreendo o significado de amar. O meu significado. Amar alguém é curtir o correr dos dias ao lado dele, tirando, a cada oportunidade, o peso devastador das expectativas, porque é da leveza que nasce a harmonia. É sentir (e não saber - o que faz toda a diferença) que ele precisará da minha ajuda tanto quanto eu de um ombro para descansar; que o fim não mede a beleza de uma relação, assim como a morte não anula quem fomos; que nada, nem ninguém, arrancará de mim as sensações que me fazem quem eu sou (e que precisarei, sozinha, não destruí-las, mas lidar con elas); entender que a obrigação de me salvar é absolutamente minha. Amar alguém é ter a liberdade de ser.