Meu nome:

Minha foto
Um dia, resolvi fazer a brincadeira de ir revendo a vida desde que nasci, e fui contando assim, livremente, no ouvido de quem mais amo, a trajetória toda. Eles amavam em silêncio, a minha vida em capítulos. Com meus filhos, tenho a mais bela história de amor da minha vida. É uma mágica em que vamos tecendo um laço cada vez mais apertado. Eles dão sentido a minha vida. Eu dou sentido a vida deles. E então: somos felizes assim, um sendo a alma da vida do outro. Existem as diferenças, mas elas furam todas as ondas. Não interessa o que difere, interessa o que nos une e, juntos, vamos inteiros vida afora.

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA
*Se alguma foto ou matéria publicada aqui no blog estiver em desacordo com os direitos de propriedade, por favor me envie um e-mail que farei a devida correção ou a retirarei do blog, fica a seu critério.*

ara onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)

"Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Alegria e Fantasia..." (Lenine)

“As Pessoas Mais Felizes:

São Aquelas Que Não Têm

Nenhuma Razão Específica

Para Serem Felizes...

Exceto Pelo Fato Que Elas São.”


Para onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)









terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Eu vovó...(Feliz d+)!

Neto é como herança: você ganha sem merecer. Sem ter feito nada para isso, de repente te cai do céu. É ato de Deus. Sem se passarem as penas do amor, sem os compromissos do matrimônio, sem as dores da maternidade. O neto é o sangue do seu sangue, filho de filho, mais filho que o filho mesmo... Quarenta anos e alguns anos dps Você sente, nos seus ossos, que o tempo passou mais depressa do que esperava. Não te incomoda envelhecer, é claro. A velhice tem as suas alegrias, as suas compensações - todos dizem isso embora você, pessoalmente, ainda não as tenha descoberto - mas acredita. A saudade é de alguma coisa que você tinha e te fugiu .... Bracinhos de criança no seu pescoço. Choro de criança. O tumulto da presença infantil ao seu redor. Meu Deus, para onde foram as suas crianças? Naqueles adultos cheios de problemas que hoje são os filhos, você não encontra de modo nenhum as suas crianças perdidas. São homens e mulheres - não são mais aqueles que você recorda. E então, um belo dia, sem que lhe fosse imposta nenhuma das agonias da gestação ou do parto, o doutor lhe põe nos braços um bebê. Completamente grátis - nisso é que está a maravilha. Sem dores, sem choro, aquela criancinha da sua raça, da qual você morria de saudades... E o espantoso é que todos lhe reconhecem o seu direito de o amar com extravagância. Sim, tenho certeza de que a vida nos dá o neto para nos compensar de todas as mutilações trazidas pela vida. É um amor novo, profundo e feliz que vêm ocupar aquele lugar vazio, nostálgico, deixado pelos arroubos juvenis. No entanto - no entanto! - nem tudo são flores no caminho da avó. Há, acima de tudo, o entrave maior, a grande rival: a mãe. Não importa que ela, em si, seja sua filha. Não deixa por isso de ser... a Mãe.! Será que ela vai deixar eu lambuzar ele de pirulitos?.Dormir sem lavar as mãos, recusar a sopa ... tomar café - café! -, mexer nos armários, fazer trem com as cadeiras..., destruir revistas, acender e apagar a luz mil vezes se quiser. Riscar a parede com o lápis dizendo que foi sem querer - e ser acreditado! ...é pra Ontem:
Vou ter que começar um seminário sobre os erros e acertos da “Educação Moderna”.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

"Alegría de la tristeza"

... "qualquer sentimento pra mim é bem-vindo, mesmo que não seja uma
euforia, um gozo, um entusiasmo, mesmo que seja uma melancolia. Sentir
é um verbo que se conjuga para dentro, ao contrário do fazer, que é
conjugado pra fora.

Sentir alimenta, sentir ensina, sentir aquieta. Fazer é muito barulhento.

Sentir é um retiro, fazer é uma festa. O sentir não pode ser escutado,
apenas auscultado. .

... tristeza não faz realmente bem pra saúde, mas a introspecção é um
recuo providencial, pois é quando silenciamos que melhor conversamos
com nossos botões. E dessa conversa sai luz, lições, sinais, e a
tristeza acaba saindo também, dando espaço para uma alegria nova e
revitalizada. Triste é não sentir nada..."

(Poema de MarioBenedetti)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Tempo de Aprender

Amor inesquecível é inesquecível. Ele entranha na pele e se aconchega para sempre no coração. Deixa lembranças eternas e por todo o ser espalha saudade, faz verter lágrimas e depois aquieta como qualquer sentimento do Bem.
Aprendi que não preciso ficar lutando para esquecer. Que isso não existe. Que posso amar outra pessoa de maneira diferente, não igual, porque cada pessoa tem suas desigualdades e para formarmos um par, também de maneira individual, modificamos certos valores. Mas quando acontece a despedida, é bom abrir a alma e enfrentar novos tempos. Olhar para os lados e enxergar possibilidades. Elas existem e podemos ser felizes, outra vez.
Não adianta ficar se lamentando pelo que se foi. Deixa ir! Liberte! Assim, sentiremos a liberdade de ser alguém especial de novo. Não com aquele tom do passado, mas com a nobreza de um novo amor que surge e que nos faz bem.
Um amor inesquecível sempre será inesquecível.
Pois é, e, se ainda se sente insatisfeita porque foi o “fim”, por favor, supere essa questão. Nada pode nos impedir de ter a felicidade como aliada. Saber enfrentar certas dificuldades e poder subir as escadas mesmo com dores nas pernas. Se tiver uma missão a cumprir, que seja realizada, porque na vida você não pode deixar as coisas pela metade, nem ser meio feliz...
Amor inesquecível - saiba, também é o amor por você mesma. O autoamor que preenche todos os dias com lições de força e sabedoria. Se um dia cair na tristeza, tudo bem, mas aprenda a reconhecer esses momentos como aliados. E logo vai entender que um amor inesquecível não destrói, ele não tem o perfil de um criminoso, ele é bom, amigo e fez você viver instantes únicos.
O bom da vida é poder dar a volta por cima e dar a chance de triunfar com as próximas cenas que te aguardam de braços abertos, loucas para você protagonizar atitudes que dão exemplo e não as que deixam rastros de impossibilidades.
Amor inesquecível é o amor que edifica. Ele fica por ali como em uma escritura, para sempre. Não adianta fazer esse esforço todo para apagar as lembranças, porque em você, lá no fundo, existe o desejo de relembrar. Se é assim que sente, é porque foi um amor bonito e não um amor bandido... que sequestrou seus melhores trunfos.

Amor inesquecível…ele te fez sofrer? Mas que amor não faria, não é mesmo?


terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Dor na alma (Vai embora logo...por favor*)

"Deus nos dá pessoas e coisas,
para aprendermos a alegria...
Depois, retoma coisas e pessoas
para ver se já somos capazes da alegria
sozinhos..."
*Guimarães Rosa*

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

10 lições sobre o amor


1 – “Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar” – Dalai Lama, líder espiritual


2 – “Purifica o teu coração antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azeda em um recipiente sujo” Pitágoras, filósofo


3 – “Quem começa a explicar o amor, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando” Roberto Freire, escritor


4 – “Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós” Clarice Lispector, escritora


5 – “Temer o amor é temer a vida, e os que temem a vida já estão meio mortos” Bertrand Russel, filósofo


6 – “Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um” Fernando Pessoa, escritor


7 – “O Oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença” Érico Veríssimo, escritor


8 – “É mais fácil ser amante do que marido, pois é mais fácil dizer coisas bonitas de vez em quando do que ser espirituoso dias e anos a fio” Honoré de Balzac, escritor


9 – “Enquanto há suspeita amorosa, o amor aumenta; quando surgem razões que fundamentam a suspeita, o amor é expulso” Lopes de Vega, dramaturgo


10 – “Amores superficiais a gente ama em cima do edredom. Lençol é coisa muito séria” Tati Bernardi, escritora


Fonte: Revista Gloss Ed. Jun/2011