Meu nome:

Minha foto
Um dia, resolvi fazer a brincadeira de ir revendo a vida desde que nasci, e fui contando assim, livremente, no ouvido de quem mais amo, a trajetória toda. Eles amavam em silêncio, a minha vida em capítulos. Com meus filhos, tenho a mais bela história de amor da minha vida. É uma mágica em que vamos tecendo um laço cada vez mais apertado. Eles dão sentido a minha vida. Eu dou sentido a vida deles. E então: somos felizes assim, um sendo a alma da vida do outro. Existem as diferenças, mas elas furam todas as ondas. Não interessa o que difere, interessa o que nos une e, juntos, vamos inteiros vida afora.

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA

AFETO COM AÇÚCAR E CANELA
*Se alguma foto ou matéria publicada aqui no blog estiver em desacordo com os direitos de propriedade, por favor me envie um e-mail que farei a devida correção ou a retirarei do blog, fica a seu critério.*

ara onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)

"Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Alegria e Fantasia..." (Lenine)

“As Pessoas Mais Felizes:

São Aquelas Que Não Têm

Nenhuma Razão Específica

Para Serem Felizes...

Exceto Pelo Fato Que Elas São.”


Para onde quer que vá, vá de todo coração. (Confúcio)









quarta-feira, 30 de março de 2011

Um mundo melhor


Você sabia que as plantas e flores do seu jardim podem ficar mais lindas e saudáveis com as sobras da cozinha - e que de quebra você ajuda a diminuir a quantidade de detritos nos lixões? O segredo é transformar as sobras de alimentos em composto orgânico, que é o melhor adubo do mundo e não agride o meio ambiente. E a mágica que faz isso é chamada de compostagem. Veja como é fácil de fazer:
1) Reserve 1m² em local ensolarado para montar a pilha de composto, de preferência num cantinho mais isolado - o composto não costuma liberar odores, mas é bom prevenir.
2) Tenha à mão uma boa quantidade de terra, folhas secas e água, além de luvas de jardinagem, pá e regador.
3) Casca de ovo, restos de frutas, verduras e legumes, crus e cozidos, tudo entra na receita. Não use sobras de carne ou de gordura. Quanto mais você picar as sobras, mais facilmente elas vão se decompor.
4) Misture uma porção generosa de terra com as folhas secas e os restos de alimentos, cubra a mistura com terra e regue até ficar úmida.
5) Acrescentando ou não novas camadas de sobras, folhas e terra à pilha original, regue-a sempre.
6) Para ventirar a mistura, o composto deve ser virado a cada semana no primeiro mês. Depois, repita o processo a cada 15 dias.
7) Depois de 4 ou 5 meses, ABRACADABRA! No lugar de lixo e das folhas, você terá uma pilha de terra escura e cheirosa, rica em nutrientes e perfeita para ser usada no jardim ou em vasos.
8) Passe a receita adiante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário